O que o Islã pode nos ensinar

Um dos principais focos da espiritualidade islã é a luta contra o próprio ego. Abdul Kader, líder sufista, descreve sua experiência como uma “total mudança de vida, como girar 180 graus”.

30
junho, 2020
Por Gabriel Hertz – Secretaria da FATEV

Neste mês de Junho, as turmas dos 2º e 3º anos de Teologia tiveram uma conversa com Abdul Kader, representante da ordem islã sufista de Curitiba, no
módulo de Religiões ministrado pela professora Marceli Winkel.

Abdul explicou as bases do pensamento islâmico e descreveu com mais detalhes a linha doutrinária sufista. As práticas religiosas envolvem 5 orações diárias prostrando-se com o rosto no chão, cantos, leituras e orações, além de abrir mão de consumir qualquer tipo de bebida alcoólica e de comer carne de porco.

Para Abdul, um dos principais focos da espiritualidade islã é a luta contra o próprio ego. Ele descreve sua experiência como uma “total mudança de vida, como girar 180 graus”. Após a explanação, houve um momento de perguntas e respostas entre os acadêmicos e Abdul, trazendo questionamentos e curiosidades a respeito da religião sufista.

Uma das perguntas foi “O que te chamou atenção no Islã que o cristianismo não pode suprir?” Abdul disse que reconhece santos cristãos e inclusive Jesus como grandes referências de fé e santificação. Entretanto, admite que a experiência de conexão com Deus profunda não foi encontrada por ele no cristianismo. Em suas palavras “o sufismo é o caminho mais técnico, preciso e rápido para a santificação.”

De maneira geral, a turma gostou muito de conhecer Abdul e saber um pouco mais sobre sua maneira de enxergar o mundo. A experiência de ser “confrontado” com alguém que tem uma crença religiosa diferente, prezando pelo diálogo e respeito e buscando entender como funciona sua mente, é algo grandioso e que nos prepara para as muitas situações que a vida num contexto urbano nos proporciona. Isso de maneira alguma enfraquece o corpo de Cristo, mas, sim, motiva a continuar buscando o seu Reino e a pregar a todos que ainda não tiveram um real encontro com Jesus.

A grande seriedade com a qual Abdul encara sua vida e o forte engajamento com aquilo que ele acredita, servem de inspiração para o grande desafio que é exercer as disciplinas que Jesus praticou e nos chama a fazer, como a oração, jejum e a busca pelo conhecimento mais profundo da palavra de Deus. Tudo isso na certeza de que Cristo no aceita e justifica, e que tudo o que fazemos é por amor e gratidão.

Mais do ME
Espiritualidade sadia em meio ao caos

Espiritualidade sadia em meio ao caos

Estão abertas as matrículas para a nova turma da Pós-Graduação em Espiritualidade promovida pela FATEV com apoio do Instituto SARA. O curso traz uma temática inovadora e muito relevante para os dias atuais, buscando o resgate de uma espiritualidade sadia e profunda.

ler mais

TCC em época de pandemia

Hoje ocorreram as primeiras apresentações dos Trabalhos de Conclusão de Curso de 2020 do bacharelado em Teologia. A grande novidade é que o cumprimento deste protocolo ocorreu de forma totalmente virtual.

O que o Islã pode nos ensinar

Neste mês de Junho, as turmas dos 2º e 3º anos de Teologia tiveram uma conversa com Abdul Kader, representante da ordem islã sufista de Curitiba, no módulo de Religiões ministrado pela professora Marceli Winkel.

Espiritualidade sadia em meio ao caos

Estão abertas as matrículas para a nova turma da Pós-Graduação em Espiritualidade promovida pela FATEV com apoio do Instituto SARA. O curso traz uma temática inovadora e muito relevante para os dias atuais, buscando o resgate de uma espiritualidade sadia e profunda.

TRABALHAR PRA QUÊ?

Hoje comemoramos o dia do trabalhador. Por mais irônico que seja, podemos entender que o feriado nessa data é como uma recompensa pelo esforço contínuo de todos que trabalham arduamente. Se formos parar pra pensar, o trabalho consome uma boa parte do nosso dia, consequentemente, da nossa vida também.

TEMPO DE RECLUSÃO

Seja através de gravações expositivas de conteúdo ou de videoconferências entre professores e alunos, a FATEV tem criado espaços alternativos de ensino e aprendizado com uma interação semelhante à da sala de aula.

O verdadeiro amor gera movimento e exige responsabilidade

O projeto “Dois Pães e Um Pingado” é prova concreta do cuidado Dele para com cada criatura sua e mais uma oportunidade ao despertamento às questões essenciais da vida.

Programa Multiplique: desenvolvimento pessoal e vocacional

O Programa inclui testes de personalidade e acompanhamento psicológico, participação no Desperta ONLINE e palestras sobre diversos temas nas áreas pessoal e ministerial.

Uma espiritualidade saudável que dá sentido à vida

Em uma sociedade hedonista e uma igreja muitas vezes triunfalistas onde a dor e o sofrimento são facilmente identificados com a ausência de espiritualidade urge a necessidade de se falar sobre o suicídio para que essa compreensão seja mudada e que mais pessoas se tornem sensíveis à dor e ao sofrimento ao seu redor.

Segundo Seminário anual da FATEV concluído com sucesso!

Redigir um artigo ou monografia de graduação não é tarefa fácil. Boas aulas e técnicas de escrita acadêmica auxiliam nesse processo de aprendizagem e deixam tudo mais leve na hora de produzir. 

Relato de um estudante de teologia em estágio no Nordeste

“O que eu mais aprendi com as pessoas do Nordeste, foi entregar tudo a Cristo, o que por muitas vezes é complicado na prática espiritual e diária. Aprendi também a orar, com todo o coração, uma oração de entrega e de louvor a Deus” – Tiago Krueger.

TRABALHAR PRA QUÊ?

TRABALHAR PRA QUÊ?

Hoje comemoramos o dia do trabalhador. Por mais irônico que seja, podemos entender que o feriado nessa data é como uma recompensa pelo esforço contínuo de todos que trabalham arduamente. Se formos parar pra pensar, o trabalho consome uma boa parte do nosso dia, consequentemente, da nossa vida também.

ler mais

#VEMserFATEV

A nossa missão é capacitar homens e mulheres para o serviço da Igreja de Jesus Cristo no Mundo.

Siga-nos

e tenha atualizações regulares, em tempo real.